Os Personagens da Peça Teatral

Blog de marcosalves :teatro em todos os tempos por Marcos Alves, Os Personagens da Peça Teatral

          Os personagens são o veículo da emoção. Comunicam sentimentos e estados de espírito, através dos diálogos e atitudes.

           Os primeiros personagens do teatro eram interpretados por máscaras, vestimentas e posteriormente a utilização de maquiagens. Interpretavam elementos da natureza, animais depois deuses; mais tarde, pouco a pouco vão surgindo a representação de  seres humanos e grandes heróis. Também os homens comuns tiveram seu lugar na representação, como, por exemplo, na comédia e na farsa clássica.            

             O protagonista é o papel de maior importância dentro de um enredo. Na Grécia e em Roma muitos personagens criados se repetiam em muitas obras e permaneceram ao longo dos tempos por suas características comuns, os apaixonados ingênuos, os criados espertos, o velho avarento ou o soldado fanfarrão. Estes personagens resistiram ao tempo e reapareceram em outras épocas, sendo considerados ainda muito populares no teatro. Chegando a ser até exigência do público levando atores a estudarem sua caracterização para os representarem sempre. Os personagens Arlequim e Polichinelo, por exemplo, da commedia dell´arte, na Itália, ficaram famosos em toda a Europa e que sobrevivem até os dias atuais.              

            Um personagem é um personagem não importando de que matéria é feito, o teatro de bonecos que desde a Antiguidade divertiam as crianças, também criou e imortalizou personagens que até hoje sobrevivem e encanta as platéias do mundo todo.            

           Estes personagens que retratam as paixões humanas e comunica-se com pessoas de diversas partes do mundo, tornam-se universais e sobrevivem ao tempo, por representarem perfeitamente certos tipos humanos. Hamlet, de Shakespeare, representa a dúvida humana, Romeu e Julieta, os apaixonados ingênuos, Don Juan, o conquistador, o sedutor, Fausto com o pacto com o Diabo ou a maldade corporificado em Lady Macbeth. Personagens e suas histórias escritas e reescritas ao longo dos tempos por vários autores em diferentes épocas.           

             Da mesma forma que os personagens são imprescindíveis para que um enredo ganhe vida, o mesmo valor ou até mesmo superior valor é dado aos atores; pois sem eles, o teatro não poderia existir. Pode-se conseguir o intento de fazer um espetáculo sem palco, sem luzes, sem cenários, mas ante isso tudo se não tiver um ator representando, não estaremos assistindo a um teatro, mesmo que esteja escondido, como no caso da manipulação de bonecos.  Com um ator em cena é certeza de que algo irá acontecer em cena, algo que provavelmente irá despertar o interesse da platéia que irá comover ou divertir o público. A comunicação dos atores se dá através dos personagens e estes, se relacionam com o público, sem isto, não existe a peça teatral. O teatro exige, pelo menos, expectador, ator e personagem em ação.           

            Um monólogo, é quando apenas um ator está em cena. Em um monólogo, o ator pode criar objetos e cenários na sua imaginação. como também simular a presença de outras personagens no campo do imaginário, conversar com este ente e ouvi-lo; isto porque é necessário haver o conflito que é o gerador de tensões e confrontos entre personagens; este enfrentamento contra um inimigo ou até mesmo contra o destino vai se intensificando até chegar a um ponto culminante, para depois, chegar a uma resolução.           

              A Itália dos séculos XV e XVI, não havia perdido a tradição do teatro popular, como ocorreu com outros países europeus. E nessa força da tradição levada pelos cômicos pelas ruas e praças que os tipos representados se perpetuaram. O teatro sobrevivia com seus personagens milenares. Os personagens das peças da commedia dll´arte mais conhecidos eram:Arlequim: servo misto de ignorante e astuto com habilidades acrobáticas. Envolvia os personagens e os enredava em suas confusões;Pantaleão: velho comerciante avarento que se apaixonava apesar de sua idade;Capitão: soldado fanfarrão e covarde;Polichinelo: criado misto de simplicidade e graça que adorava comer macarrão;Colombina: criada hábil e sagaz que sabia tirar proveito das situações.           

            Muitos destes personagens foram transpostos para o teatro de bonecos.

domingo 08 abril 2007 09:37



1 comentário(s)

  • andreyna mailto Qua 05 Fev 2014 12:08
    ameiiiiii


Seu comentário :

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.196.62.132) para se identificar     



Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para marcosalves

Precisa estar conectado para adicionar marcosalves para os seus amigos

 
Criar um blog